Licença Creative Commons
Roda do Ano Wicca de Santuário Lunar está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.santuariolunar.com.br/p/calendario.html. O Calendário Wicca é baseado nas estações do ano, nos solstícios e nos equinócios. A natureza, criação da Deusa, é o tema central na vida de seus seguidores, portanto, não seria diferente com o seu calendário.

As datas presentes no calendário Wicca representam os Sabbats. Cada um deles possui uma data no hemisfério norte e outra correspondente no hemisfério sul, uma vez que a posição solar e, portando, as estações do ano são diferentes entre os dois hemisférios. Os oito Sabbats formam a Roda do Ano.

Na cultura celta, a vida não é vista da forma linear como somos ensinados desde pequenos. Ela é cíclica. Possui início, mas ao invés de possuir fim, possui um recomeço. O calendário Wicca representa isto com os Sabbats.

Os oito Sabbats são divididos em dois grupos: os Quatro Festivais Solares e os Quatro Festivais do Fogo. Para maiores detalhes à respeito de cada Sabbat, clique sobre seu nome.



Tem camiseta, almofada, caneca, case para iPhone e poster, todas em duas versões: com fundo branco e com fundo envelhecido. 
Compre já as suas peças!




Quatro Festivais do Fogo

Imbolc - Esta sabbat representa o renascimento. Neste período a Deusa deixa sua forma de anciã e retorna a sua forma jovem, superando a frieza e seriedade do inverno. Este sabbat está relacionado à Deusa do fogo Brigid que também regia as artes, poesia e sabedoria na cultura Celta.

Beltane - Este sabbat representa o momento máximo de fertilidade e de amor. É aqui que o jovem deus atinge sua fase adulta e atrai a atenção da Deusa que o escolhe para ser seu amante. São acesas fogueiras que representam a energia sexual, a vida e o amor.

Lughnasadh - Também conhecido como Lammas, este sabbat é comemorado com as colheitas. É neste período que toda a abundância da terra está à disposição de todos. É dito que o deus Lugh, filho do Sol, se sacrifica pelo bem das pessoas e fortalece os trigos para que sejam colhidos.

Samhain - Pronunciado como "so-win" este sabbat representa o fim do ano celta e também o fim da colheita. Ele anuncia que os tempos difíceis estão vindo, ou seja, o inverno. O Samhain ocorre entre o equinócio do outono e o solstício de inverno e também indica a morte e ausência do deus que renascerá no solstício de inverno.



Quatro Festivais Solares

Yule - Este sabbat marca o Solstício de Inverno, a data em que o período do dia é o menor do ano e a noite é a mais longa. Neste período a Deusa dá a luz ao novo deus sol. Em diversas culturas o nascimento do novo deus é marcado próximo a esta data, sendo mais conhecida por nossa cultura ocidental como o nascimento de Jesus e o Natal.

Ostara - Este sabbat ocorre durante o Equinócio da Primavera, a data em que a posição do planeta em relação ao sol está perfeitamente equilibrada, portanto a duração do dia e da noite são iguais. Este é um momento de equilíbrio onde é comemorada a alegria e renovação trazida pela primavera. Ovos pintados e flores são usados para decorar as casas e ruas.

Litha - Este sabbat marca o Solstício de Verão e representa o auge do poder do deus Sol renascido. Diversos festivais são realizados com fogos. Nesta data o dia é o mais longo do ano e a noite é a mais curta. É hora de colher os frutos e grãos gerados pelas sementes!

Mabon - Este sabbat ocorre durante o Equinócio do Outono, a data em que a posição do planeta em relação ao sol está perfeitamente equilibrada. Neste período a Deusa alcança a velhice anuncia o início de sua fase mais triste e escura, o Samhain. Durante o Mabon é comemorado o fim das colheitas e iniciam-se os preparativos para  um novo plantio.