Ritual de Lammas (Lughnasadh) – 3 dicas para você celebrar Lammas

Confira neste post 3 dicas sobre como celebrar Lammas ou Lughnadash! Cada ritual de Lammas ou Lughnasadh celebra a energia vital do Deus Sol, a colheita e a vida. Também celebra o sacrifício necessário como etapa do ciclo de nascimento e renascimento.

Vale lembrar que Lughnasadh e Lammas se referem ao mesmo Sabbat. Então não se preocupe com a nomenclatura.

Os rituais aqui apresentados foram retirados do livro “Wicca, A Religião da Deusa” de Claudiney Prieto, com adaptações.

Caso não conheça este Sabbat, leia em Sabbat Lughnasadh ou veja o vídeo abaixo. Para entender mais sobre o assunto acesse Roda do Ano e os Sabbats.

Baixe nosso ebook - Roda do Ano e os 8 Sabbats Grátis
Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz conhece meu canal no YouTube?
Todo o conteúdo é gratuito!
Entre, se inscreva e deixe um comentário por lá! Respondo a todos!

Ritual de Lughnasadh: Fazendo uma Garrafa de Bruxa (Witches’ Bottle ou Spell Bottle)

Para este ritual de Lughnasadh é necessária a confecção de uma Spell Bottle. As garrafas de feitiço (Spell Bottles), também conhecidas como Garrafas de Bruxas (Witches’ Bottle), estiveram em uso na Inglaterra e nos Estados Unidos pelo menos desde 1600. Elas foram criadas originalmente para destruir o poder mágico negativo ou para lançar um contra-feitiço ao criador de uma garrafa. Garrafas deste tipo ainda continuam sendo usadas.

As Spell Bottles também são feitas para uma variedade de propósitos e podem ser usadas em diversos casos. Algumas são enterradas ou escondidas, enquanto outras são colocadas nas janelas da casa ou em outros lugares proeminentes. Tudo isso simboliza a concentração de energia criada e potencializada para propósitos mágicos específicos.

Um dos momentos mais propícios para a confecção de Spell Bottles é durante o Sabbat Lughnasadh, mas elas também podem ser confeccionadas em qualquer outro período do ano. Para cada finalidade são usados ingredientes diferentes, portanto não daremos nenhuma receita pronta por aqui. Você pode misturar ervas, pedras, cores, essências e objetos que se relacionem entre si para fortalecer sua Garrafa.

Use sua intuição e crie sua Spell Bottle com o intuito de agradecer ao sacrifício do Deus Sol em nome da prosperidade e da vida. Guarde-a até o próximo Sabbat Lughnasadh quando você poderá enterrá-la e criar outra.

Ritual de Lughnasadh: Fazendo o Pão de Lammas

Ritual de Lughnasadh - Pão de Lammas

O preparo deste ritual de Lammas se inicia quatro dias antes da cerimônia.

Ponha dentro em uma tigela grãos de cevada (representando a cor branca), trigo (representando a cor vermelha. Casso seja alérgico use o grão que costuma usar como alternativa) e centeio (representando a cor negra) e deixe em seu altar com seu cálice. Faça uma lista das boas coisas que você recebeu durante o ano que está chegando ao fim e agradeça pedindo pela multiplicação no próximo ano.

Pegue uma pitada de cada um dos três grãos e ofereça às 3 faces da Deusa: Donzela, Mãe e Anciã. Agradeça cada uma delas e declare sua vontade de ver as bênçãos multiplicadas no próximo ano.

Durante três dias, verta água sobre as sementes, escoando dia e noite e espere-as brotar. Um dia antes do Sabbat Lughnasadh, coloque sua tigela ao Sol, assim os brotos começarão a germinar. Eles serão utilizados na preparação do Pão de Lammas.

Comece a fazer o pão no dia da celebração do Sabbat.

Numa tigela, coloque:

  • meia xícara de chá de aveia;
  • meia xícara de chá de milho cozido;
  • duas xícaras de chá de água fria;
  • uma colher de sopa de sal.

Cozinhe por cinco minutos até formar um mingau. Adicione duas colheres de sopa de manteiga e meia xícara de chá de melado (para fazer um pão escuro) ou mel (para fazer um pão claro). Deixe esfriar à parte.

Dissolva uma colher de sopa de açúcar em meia xícara de chá de água. Borrife uma colher de levedura seca na água. Deixe descansar por dez minutos.

Quando a levedura estiver como uma cobertura fofa sobre a água, mexa rapidamente com um garfo para misturar. Adicione o mingau a duas xícaras e meia de chá de farinha de trigo e mexa.

Bata vigorosamente durante cinco minutos. Adicione os brotos. Adicione mais duas xícaras e meia de chá de farinha de trigo.

Vire a massa sobre uma superfície polvilhada com farinha. Adicione outra xícara de chá de farinha se a massa estiver pegajosa. Cante cânticos apropriados ou algo alegre enquanto vai amassando e medite agradecendo a colheita do ano.

Molde a massa formando uma bola lisa e coloque em uma tigela untada com manteiga. Cubra a tigela com uma toalha úmida. Deixe a massa subir e dobrar de volume; isso leva de uma hora e meia a duas horas.

Divida a massa em cinco partes iguais. Amasse cada parte e transforme-as em rolos compridos. Trance os cinco rolos entre eles e pincele com manteiga derretida. Se desejar, você pode traçar símbolos mágicos na massa dos pães com uma faca afiada.

Deixe-o crescer debaixo da toalha úmida durante mais 45 minutos. Asse a 350 graus durante 25 a 30 minutos.

Enquanto você come o pão no ritual de lughnasadh, medite nos presentes que você recebeu.

Ritual de Lughnasadh

Para este ritual de Lughnasadh você vai precisar de:

  • 1 Pão
  • Cálice com vinho;
  • 1 Boneca de pano recheada de grãos;
  • Ramos de trigo;
  • 4 velas marrons;
  • 4 velas laranjas;
  • Caldeirão;
  • Álcool de cereais;
  • Açafrão.

Rodeie seu caldeirão com as quatro velas marrons, intercalando-nas com as quatro velas laranjas. Enfeite o seu altar com os ramos de trigo e coloque o Pão sobre ele. Trace o círculo mágico e diga:

Hoje é o momento de festejarmos a primeira colheita. O Deus Sol nos trouxe a abundância. A Deusa Mãe nos presenteou com as sementes. Comemoro o Pão da vida que sustenta a todos. Abençoada seja a fartura da Terra.

Acenda as velas, agradecendo aos Deuses por todas as dádivas proporcionadas até o momento.

Pegue a boneca e com ela em suas mãos faça os seus pedidos. Dê três voltas ao redor do círculo e ao final da terceira volta coloque a boneca em seu caldeirão. Salpique um pouco de açafrão sobre ela e derrame um pouco de álcool. Ponha fogo no caldeirão enquanto diz:

O Deus dos grãos se sacrifica para nos alimentar e trazer vida ao seu povo.
Mas em cada semente há a promessa do renascimento.
Abençoado seja o mistério da vida presente em cada semente.

Eleve o cálice e diga:

Tomo este vinho em honra ao Deus da fartura e da abundância, do grão renascido, e da Deusa da colheita, a mantenedora da vida.

Faça uma  libação (ato de oferecer o vinho em honra aos Deuses) e coma um pedaço de pão, agradecendo por todos os benefícios alcançados. Dance e cante em homenagem aos Deuses.

Destrace o círculo.

Coleção Roda do Ano na Touts
Trismegistia Brasil

Siga Trismegistia no Spotify

Roda do Ano e a celebração dos Sabbats

Leia também sobre como celebrar os outros Sabbats que compõe a Roda do Ano:

DanFF

Sou Daniel, Pagão e Bruxo. Criei o Santuário Lunar para ajudar a espalhar a magia da Deusa e suas diversas manifestações. Também criei Trismegistia para oferecer música pagã ao estilo New Age.

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.