Home » Deusas » Afrodite, a Deusa do Amor – História, Mitologia e Significado

Afrodite, a Deusa do Amor – História, Mitologia e Significado

Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz parte do grupo no Telegram? Entre agora e receba notificações em primeira mão!

Last Updated on / Atualizado em
by DanFF

Neste post você vai aprender sobre a Deusa Afrodite, a Deusa Grega do amor, da beleza e da sexualidade. Você conhecerá a história de Afrodite, seus mitos, significado do nome e também como trabalhar com o arquétipo dela e invocá-la.

Vídeo sobre Afrodite

Você pode assistir ao vídeo abaixo sobre Afrodite e / ou continuar lendo este post:

História de Afrodite

Afrodite é uma das mais conhecidas Deusas Gregas. Ela é sempre relacionada à beleza, ao amor, à sexualidade e ao desejo. Popularmente ela é conhecida como “a Deusa mais bela de todas”. Ela também é relacionada à fertilidade e à procriação. Outra característica também atribuída a ela é a guerra.

A equivalente à Afrodite na mitologia Romana é Vênus. É praticamente impossível separar as duas, pois elas compartilham dos mesmos atributos, poderes e características.

Estátua de Afrodite - Artista Desconhecido - primeira metade do século 2 AEC
Estátua de Afrodite – Artista Desconhecido – primeira metade do século 2 AEC | Google Arts and Culture

Como Afrodite nasceu?

Afrodite nasceu da união entre o céu e o oceano. Isso, na verdade, é uma forma de explicar o evento que trouxe Afrodite à vida. De maneira bem resumida, quando Crono cortou o pênis do pai, Urano (Céu), para libertar Gaia, o sêmen e o sangue se espalharam por todos os lugares. Deidades e ninfas nasceram onde estas gotas caíram. Quando uma das gotas caiu no oceano, surgiu uma espuma (Aphros) e desta espuma nasceu Afrodite.

Isto aconteceu próximo à ilha de Chipre. Por isso um dos epítetos de Afrodite é Cípria.

Contudo, de acordo com Homero, Afrodite é filha de Zeus e Dione.

Devido a isso, ambas “versões” são aceitas e algumas características são atribuídas a cada uma delas.

  • Para a primeira, filha de Urano, ela recebe o epíteto (nome) Afrodite Urânia e a ela é atribuído os poderes relacionados ao amor divino, celestial, entre Deuses e homossexual.;
  • Para a segunda, filha de Zeus e Dione, ela recebe o epíteto Afrodite Pandemos e ela é atribuído os poderes sobre o amor carnal, mortal e o desejo em si.

Considerando Afrodite Urânia, vemos que ela é na verdade uma Titã, antes de ser considerada uma Deusa. Portanto, ela é mais velha que todos os Deuses Olímpicos. Considerando Afrodite Pandemos, ela é irmã de outras Deusas como Ártemis, Atena.

Afrodite ocupava um dos doze lugares no Monte Olimpo, logo ela era parte dos doze Deuses Olímpicos que formavam o Dodecateão Grego:

  1. Zeus;
  2. Hera;
  3. Deméter;
  4. Poseidon;
  5. Atena;
  6. Ártemis;
  7. Afrodite;
  8. Ares;
  9. Apolo;
  10. Hefesto;
  11. Hermes;
  12. Dioniso.
Vênus surgindo do Mar - Gustave Moreau 1866
Vênus surgindo do Mar – Gustave Moreau 1866 | Google Arts and Culture

Símbolos de Afrodite

A Deusa Afrodite é simbolizada por:

  • Cetro;
  • Pombas brancas;
  • Conchas;
  • Espuma.

Poderes de Afrodite

Afrodite está relacionada aos seguintes poderes:

  • Amor;
  • Sedução;
  • Sexo;
  • Fertilidade;
  • Procriação;
  • Beleza;
  • Guerra (principalmente em Esparta).
Estátua Afrodite Heyl - uma beleza extraordinária
Estátua Afrodite Heyl – uma beleza extraordinária | Google Arts and Culture
Kindle-Unlimited-30-dias-grátis

Os casos amorosos de Afrodite

Afrodite era uma Deusa totalmente livre e extremamente atraente. Ela tinha os homens que quisesse, tanto Deuses quanto mortais, e por isso, teve diversos casos e diversos filhos.

Os principais casos amorosos de Afrodite são:

Afrodite e Ares

Ares é o Deus da Guerra e Afrodite era verdadeiramente apaixonada por ele. Não era somente desejo, existia uma paixão. Os dois mantiveram o caso por muito tempo, inclusive durante o período em que Afrodite foi obrigada a se casar com Hefesto (mais detalhes abaixo).

Desta união nasceram os Erotes (nomes e origens variam bastante):

  • Eros (Erotismo, amor carnal);
  • Anteros (Amor correspondido e punidor de quem despreza o amor de outro);
  • Himeros (Desejo sexual);
  • Pothos (Paixão).

Também nasceram:

  • Deimos (Pânico);
  • Fobos (Medo);
  • Harmonia;
Ares e Afrodite 45-79 EC
Ares e Afrodite 45-79 EC | Google Arts and Culture

Afrodite e Hermes

Com Hermes, o Deus das mensagens e também dos ladrões, Afrodite teve um filho. Mas antes de falarmos deste filho, é interessante a maneira como os dois tiveram um caso.

Por alguma razão Afrodite não estava nem aí pra Hermes. Zeus, com pena de Hermes, enviou sua águia para roubar as sandálias douradas de Afrodite enquanto ela se banhava. Quando ela terminou o banho, percebeu que as sandálias haviam sumido. E então Hermes surge com as sandálias, como se ele as tivesse encontrado.

E foi assim que eles tiveram um caso e, deste caso, nasceu:

  • Hermafrodito, o ser andrógino.

Afrodite e Dioniso

Com Dioniso, o Deus do Vinho e das celebrações, Afrodite teve alegres filhas e um filho (versões também variam bastante):

  • Peitho (sedução e persuasão);
  • As Cárites (geralmente 3 Deusas que representam coisas boas);
  • Priapo (fertilidade).

Afrodite e Adônis

Afrodite também era verdadeiramente apaixonada por Adônis, um belo jovem. É dito que ela mantinha um caso com ele quando Ares, movido por ciúmes (sim, ciúmes de Afrodite!), enviou um javali para atacar Adônis.

Adônis foi ferido, perdeu muito sangue e morreu. Afrodite o socorreu e transformou seu sangue perdido em uma anêmona. De qualquer forma, Adônis foi para o submundo na companhia de Hades e da Deusa Perséfone.

No início, Persefone parecia ter o interesse de ajudar Afrodite, prometendo “devolver” Adônis ao mundo dos vivos. Mas a beleza de Adônis era tão grande que Perséfone também se apaixonou por ele.

Um acordo foi feito e Adônis passaria metade do ano em Hades e metade do ano no mundo dos vivos. Mas Afrodite não ficou satisfeita e o acordo foi quebrado. Afrodite e Perséfone iniciaram uma disputa sem fim por Adônis até que Zeus interveio e solucionou a situação fazendo com que Adônis passasse um terço do ano com Perséfone e um terço do ano com Afrodite. Durante o outro terço ele seria livre – e dizem que ele preferia ficar com Afrodite.

Adônis ocasionou também o ciclo de fertilidade da terra.

Vénus e Adônis - John Cheere 1756
Vénus e Adônis – John Cheere 1756 | Google Arts and Culture

Afrodite e Hefesto

Aqui temos um grande rolo. Afrodite foi obrigada por Zeus a se casar com Hefesto.

Hefesto é filho da Deusa Hera, mas por ser considerado muito feio, ele não era muito aceito. Numa espécie de vingança ele presenteou a mãe com um trono de ouro que a aprisionou. Por nada ele aceitava libertá-la.

Num encontro com Dioniso, Hefesto ficou bêbado e logo em seguida se encontrou com Zeus. Zeus perguntou o que ele desejava em troca de libertar Hera. Hefesto desejou se casar com Afrodite. Zeus a obrigou a se casar, como se ela fosse um objeto.

Mesmo casada com Hefesto, praticamente nada mudou na vida de Afrodite. Ela continuou com seus casos. Quando Hélio, o Deus do Sol, descobriu que Afrodite se encontrava com Ares, ele fofocou para Hefesto.

Hefesto então criou uma rede mágica para prender Afrodite e Ares na cama. E funcionou! Hefesto então chamou todos os Deuses para mostrar como Afrodite era infiel e como Ares também era.

Fim! Depois desse episódio vem o mais conturbado de Afrodite, mas que nada tem a ver com seus casos.

Vênus visitando a fornalha de Vulcan - David Tenier o velho 1638
Vênus visitando a fornalha de Vulcan – David Tenier o velho 1638 | Google Arts and Culture

Afrodite e a Guerra de Tróia

Afrodite é uma Deusa de diferentes aspectos, assim como nós. De um lado ela é o epítome da beleza e do amor. Porém, de outro lado, ela apresenta péssimas características como impulsividade, egoísmo, vingança e raiva.

De fato possuímos essas características dentro de nós e precisamos controlá-las, mas Afrodite não controlava muito.

Para o casamento de Peleu e Thétis, Éris, a Deusa da Discórdia e filha de Nyx, não foi convidada. Então, para poder causar e semear a discórdia, Éris foi escondida e atirou uma maçã dourada escrita “Para a mais justa” (em outras versões está escrito “Para a mais bela”) entre Afrodite, Hera e Atena.

As três ficaram sem saber para quem a maçã havia sido atirada. Zeus, como sempre tentava evitar confrontos – principalmente contra Deusas – preferiu não dar uma opinião e designou um julgamento onde o mortal Páris decidiria quem ficaria com a maçã.

Cada uma das três Deusas ofereceu recompensas a Páris em troca do veredito.

  • Hera ofereceu a Páris a chance de ser rei das terras da Europa e Ásia;
  • Atena ofereceu a Páris sabedoria e habilidade bélica;
  • Afrodite ofereceu a Páris o amor da mulher mais bela do mundo.

Claro que Páris escolheu Afrodite para poder ter o amor da mulher mais bela do mundo em troca. E esse amor era o amor de Helena, de Esparta.

Acontece que Helena era casada com Menelau, rei de Esparta. Ao ser enviada à Tróia para ficar com Páris, surgiu uma tensão entre os dois reinos. Uma expedição foi feita para buscar Helena e trazê-la de volta para Esparta e isso originou a Guerra de Tróia.

O Julgamento de Páris - Adriaen van der Werff 1716
O Julgamento de Páris – Adriaen van der Werff 1716 | Google Arts and Culture

Legado da Deusa Afrodite

A Deusa Afrodite sobrevive em nossa cultura de forma bastante presente. É bem provável que muita gente nunca tenha percebido ou se perguntado à respeito da origem de algumas palavras, mas temos a beleza e o desejo de Afrodite e sua equivalente Romana Vênus, em nosso dia-a-dia.

Abaixo estão alguns exemplos:

  • Afrodisíaco é tudo o que estimula o desejo sexual. A palavra e seu significado tem origem diretamente ligada à Afrodite;
  • Hermafrodito é um ser humano o animal que nasce com ambos os sexos. A palavra tem origem no filho de Afrodite e Hermes, Hermafrodito, que era andrógino;
  • Erótico é tudo relacionado ao sexo. A palavra e seu significado estão relacionadas a Eros e os Erotes, filhos de Afrodite;
  • O planeta Vênus se chama Vênus pois sua energia era considerada feminina e então o nome da Deusa mais bela foi atribuído;
  • O símbolo alquímico que representa a Mulher é o símbolo de Vênus;
  • O ato de venerar algo é adorar, louvar a beleza, o intelecto e etc. A palavra vem também de Vênus, a Deusa mais venerada.
  • Venéreo é tudo o que está relacionado ao sexo. Esta palavra também tem sua origem na Deusa Vênus.
  • O sexto dia da semana, em praticamente todas as línguas europeias, é dedicado à Vênus. Em outros idiomas é dedicado à Freyja, também uma Deusa da Beleza. Em português… não é dedicado a ninguém. Conheça mais sobre a origem dos nomes dos dias da semana.
Vênus com um espelho - Ticiano c.1555
Vênus com um espelho – Ticiano c.1555 | Google Arts and Culture

Deusa Afrodite: Arte, pintura e desenhos

Sendo então a Deusa da Beleza, Afrodite sempre foi e ainda é inspiração para arte. Existem inúmeras pinturas e desenhos de Afrodite por toda História da Arte. Por alguma razão, a maioria delas é nomeada como Vênus.

Sendo assim, é mais comum encontrar Nascimento de Vênus, Vênus e Marte, Vênus e Cupido, Vênus e Vulcan e etc. Mas, claro, também existem artes nomeadas como Afrodite, Afrodite e Ares e assim por diante.

O que torna mais interessante a variedade de artes que trazem essa Deusa é que, como ela representa o máximo da beleza, vemos suas representações mudando conforme o “padrão de beleza” mudava pela história.

Por isso a aparência de Afrodite varia muito. Temos Afrodite de cabelos curtos e longos, mais magra ou mais gorda, mais alta ou mais baixa… uma enorme variedade.

Abaixo estão algumas artes dedicadas à Deusa:

Marte e Vênus unidos pelo Cupido - Paolo Veronese
Marte e Vênus unidos pelo Cupido – Paolo Veronese | Google Arts and Culture
Marte e Vênus com uma roda de cupidos e paisagem - Carlo Saraceni 1605-1610
Marte e Vênus com uma roda de cupidos e paisagem – Carlo Saraceni 1605-1610 | Google Arts and Culture
Marte e Venus - Autor desconhecido 1600-1859
Marte e Venus – Autor desconhecido 1600-1859 | Google Arts and Culture

FAQ geral

Quem é Afrodite?

Afrodite é a Deusa da Beleza, do Amor e da Sexualidade na mitologia Grega.

Qual o significado de Afrodite?

A palavra “Aphros” significa “espuma”. Afrodite é aquela que nasceu da espuma. Isto também explica a origem do nome Afrodite.

Como Afrodite nasceu?

Afrodite nasceu quando o sêmen, ou a própria genitália, de Urano caiu sobre o oceano. Nesta ocasião surgiu uma espuma, Aphros, e desta espuma Afrodite nasceu.

Quais os símbolos de Afrodite?

Afrodite é simbolizada pelo cetro, pelas pombas, pelas conchas e pela espuma.

Como invocar Afrodite?

Para invocar Afrodite, de forma simples, basta saber apreciar tudo o que é belo e dedicar à Deusa tudo o que é “afrodisíaco”, o que pertence a Afrodite.

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.