Pentagrama – Significado e tudo sobre a estrela de 5 pontas

O Pentagrama é o símbolo mágico mais poderoso dentro da Bruxaria e na prática de feitiços. Mesmo assim, muita gente desconhece seu real significado e acaba se confundindo ou temendo o seu uso. Neste artigo vou explicar tudo o que você precisa saber sobre o significado dele, como utilizá-lo em um ritual, qual a diferença entre ele “normal e invertido” e muito mais.

Você pode assistir ao vídeo abaixo e também continuar a leitura deste artigo para mais detalhes.

PENTAGRAMA - Tudo sobre o significa... x
Qual o significado do Pentagrama?
Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz conhece meu canal no YouTube?
Todo o conteúdo é gratuito!
Entre, se inscreva e deixe um comentário por lá! Respondo a todos!

Qual o significado do Pentagrama?

A palavra Pentagrama significa Cinco Linhas em grego. A partir deste ponto já conseguimos esclarecer algumas dúvidas clássicas que muita gente tem:

  • 1) O Pentagrama musical é composto de 5 linhas paralelas, por isso também se chama Pentagrama.
  • 2) Pentagrama e Estrela de Davi são símbolos diferentes. Isto porque a Estrela de Davi possui seis linhas, sendo um Hexagrama.

Mas, por que são 5 linhas? Existe alguma explicação?

Sim, existe.

Aula de matemática: O que é uma linha? Uma linha, ou uma reta, é a menor distância entre dois pontos. 

Logo, se temos aqui 5 linhas que são interconectadas, nós temos também 5 pontos. Cada um destes pontos representa um dos elementos essenciais na magia e, também, na natureza.

Pentagrama
Pentagrama

De acordo com Éliphas Lévi, um dos maiores nomes relacionados aos estudos mágicos e ocultos, no livro Dogma e Ritual da Alta Magia, temos a seguinte definição de Pentagrama:

“O pentagrama exprime a dominação do Espírito sobre os elementos, e é por este signo que encadeamos os Silfos do ar, as Salamandras do fogo, as Ondinas da água e os Gnomos da Terra, os espíritos elementais do Reino Dévico.

Armados deste signo e convenientemente disposto, podeis ver o infinito através daquela faculdade que é como que o olho de vossa alma, e vós vos fareis servir por legiões de anjos e falanges de demônios.”

Éliphas Lévi

Pentagrama, os elementos e o Microcosmos

O Pentagrama, também de acordo com Lévi, representa o “microcosmos” e é “ainda mais poderoso que o macrocosmos” que é o hexagrama (também conhecido como estrela de seis pontas, Selo de Salomão ou ainda Estrela de Davi). Falei sobre a diferença de Microcosmos e Macrocosmos no artigo sobre os Seres Elementais.

Diferente dos 4 elementos naturais – terra, fogo, água e ar (vento), que são atribuídos à magia, à bruxaria e a Wicca também – no Pentagrama é incluído um outro elemento que é chamado de espírito ou éter. Este fica localizado no topo.

Pentagrama e os elementos
Pentagrama e os elementos

Na representação os 4 elementos naturais formam as bases do símbolo. Ou seja, eles “sustentam” o que está acima.

O Éter, ou espírito, fica no topo. E ao ficar no topo ele representa o domínio sobre a magia, sobre o poder, sobre a coexistência dos outros 4 elementos.

Então, de forma simples, o Pentagrama é a representação do poder que um indivíduo poder ter sobre os outros elementos, o domínio da mente, o domínio do espírito, a maestria em utilizar a magia da natureza.

Pentagrama e microcosmos
O Microcosmos

Dentro do Pentagrama, podemos desenhar a forma humana perfeita e o topo, mais uma vez, representa a mente, que é única e que está acima dos outros membros. Isso indica também a elevação da mente, do espírito sobre a matéria, sobre as experiências materiais.

Significa que o espírito/éter manda nos outros elementos?

Não.

Diferente do pensamento de que nós, humanos, somos os maiores e melhores seres e que devemos explorar a natureza ao máximo pois ela é OBRIGADA a nos fornecer TUDO o que quisermos de forma desenfreada e descontrolada, incluindo a destruição de fauna e flora, isto significa que podemos de certa forma, entendê-los e utilizá-los na nossa magia.

Não é que vamos ter esses elementos “pra gente”, como se nos tornássemos donos de cada um deles. Não. Significa que podemos utilizá-los em nossas atividades mágicas e podemos trabalhar com estas energias naturais de forma também natural.

A gente tem – ou deveria ter – uma afinidade maior com algum elemento. E, trabalhando os outros, a gente consegue ter um desempenho bom com todos eles. 

Eu por exemplo tinha muitos problemas com fogo. Sempre fui mais água. Nos últimos anos eu consegui desenvolver melhor minha relação com o elemento fogo e hoje utilizo de forma bem mais notória. Tenho um bom desempenho com o ar e estou trabalhando agora minha conexão com terra. 

É quase um RPG em que a gente ganha experiência e vai subindo de nível em cada atributo.

Pentagrama e o domínio da mente
O domínio da mente
Ganhe 30 dias grátis de Kindle Unlimited

Qual a diferença entre Pentagrama e Pentáculo?

Ficou claro que o Pentagrama é a estrela de 5 pontas com as linhas passando por dentro de forma infinita. Se não ficou, releia os parágrafos anteriores. Mas e o Pentáculo? O Pentáculo é esse Pentagrama dentro de um círculo que simboliza o universo ou a relação universal.

Pentáculo com um Pentagrama
Pentáculo com um Pentagrama

Mas não é SÓ isso.

O pentáculo tem uma origem etimológica diferente e um tanto complexa. Embora temos esse “penta” no pentáculo e, de cara a gente identifica o 5 grego, a origem pode estar no Francês!

Os estudos mágicos se intensificaram na Europa há séculos e boa parte do material que temos hoje são de origem Europeia – francês, italiano, inglês, alemão e outros idiomas mais antigos.

Pentáculo, analisado sob a etimologia francesa pode ter se originado de algum termo relacionado a “pend à cou”, “pendacou”, “pend cou” onde temos: “pend” (pendurar) e “cou” (pescoço). E isso fica mais óbvio (ou intrigante) quando a gente vê uma série de Pentáculos que não tem o Pentagrama dentro – e mesmo assim são chamados de Pentáculos!

Portanto, o pentáculo é um amuleto que pode (ou que deve) ser pendurado no pescoço para poder ser utilizado. Pode conter, ou não, uma estrela de cinco pontas dentro.

Os pentáculos que vemos no Lemegeton, atribuído a Salomão, não contém nenhum Pentagrama. Assim como os Pentáculos de Éliphas Lévi – inspirados pelos de “Salomão” – também contém outros símbolos diferentes. Aliás, todos os Pentáculos presentes na Goetia de Salomão também estão ausentes de estrelas de cinco pontas!

Exemplos de pentáculos
Exemplos de pentáculos

Aliás Éliphas Lévi e, posteriormente Aleister Crowley, escreviam Pantacle, e não Pentacle. Talvez tenha sido uma forma de diferenciar esses dois e se afastar do “penta” grego. Hoje poderíamos usar Pantáculo para não criar dúvidas…

Mais recentemente, em 1909 a gente tem o Rider Waite Tarot, onde o naipe de “ouros” ou “diamantes” se torna de “Pentáculos”. E estes Pentáculos são círculos com o Pentagrama dentro. Depois disso a gente tem o Gerald Gardner, fundador da Wicca, que ao se referir a Pentáculo, se refere ao círculo com a estrela de cinco pontas dentro também.

Az de Pentáculos do Rider Waite Tarot
Az de Pentáculos do Rider Waite Tarot

E isso se torna popular! Muito popular! Por isso há essa confusão que temos.

Resumindo:

A imagem abaixo mostra um Pentagrama.

Pentagrama
Pentagrama

Agora, a imagem abaixo mostra um Pentáculo (um círculo com um símbolo dentro, usado de forma mágica, preferencialmente como um amuleto no pescoço)

Pentáculo
Pentáculo

A próxima imagem mostra um Pentáculo também, desta vez contendo um Pentagrama!

Pentáculo com Pentagrama dentro
Pentáculo com Pentagrama dentro

Pentagrama como símbolo de magia universal

O Pentagrama é um símbolo de magia universal que contém as informações intrínsecas a ele. Por isso ele é utilizado há milênios em diferentes culturas, por diferentes povos e sempre com o significados similares: o poder mágico, a conexão e entendimento dos elementos mágicos, a evolução do espírito e etc.

Símbolos tem essa capacidade de “conversar” com a gente, independente de idioma. E por isso, símbolos também possuem uma outra habilidade que é a adaptação.

Essa “habilidade de adaptação” é o que traz a “dificuldade’” de se traçar uma linha do tempo e entender origens e mutações simbólicas.

Por que eu estou escrevendo isso?

Porque o Pentagrama ganhou novas atribuições e significados pela história. E o mais notável destes é o Pentagrama Invertido que é usado como o símbolo máximo dos Satanistas.

Pentagrama Invertido
Pentagrama Invertido

O que significa o Pentagrama Invertido?

O Pentagrama invertido da Igreja de Satã, criado por Anton Szandor LaVey em 1966, é na verdade uma redefinição do Pentagrama do Bode criado por Stanislas De Guaita no livro La Clef de la Magie Noire (A Chave da Magia Negra, não existe edição em português) de 1897 que é, por sua vez, inspirado no Baphomet de Éliphas Lévi que está no livro O Dogma e Ritual da Alta Magia de 1854.

De forma ilustrada, aqui está a um infográfico com a “evolução” do Pentagrama Invertido.

Pentagrama Invertido - infográfico
Pentagrama Invertido – infográfico

É interessante apontar que o Baphomet apresenta um pentagrama NORMAL na cabeça. Já tinha reparado nisso? O Baphomet em si, que hoje é chamado de demônio por causa da igreja católica, – aliás tudo que está fora do cristianismo é do demônio – representa os princípios herméticos, o equilíbrio e as forças que são contrapostas, mas que se complementam e também representa o que há de ruim, o caos, a desordem e a falta de princípios.

Mas voltando ao Pentagrama, é natural que símbolos ganhem, percam ou tenham seus significados transformados com o decorrer do tempo. Mas mesmo assim, a essência dele, que é a magia, o poder sobre os elementos, a capacidade de utilizar a despertar a magia, continua.

Aliás, a Igreja de Satã diz que não tem nada a ver com o Satanás do Cristianismo. Eles se dizem ateístas e materialistas. Isso fica bem refletido no pentagrama invertido.

Quando consideramos o pentagrama como a mente, o espírito sobre os elementos, sobre a matéria e buscando uma elevação, podemos entender o pentagrama invertido como a mente sob os elementos, presa na matéria, buscando as experiências materiais e não as espirituais e mais elevadas.

Enfim, o Pentagrama Invertido significa esta busca pelas experiências materiais e carnais.

Não é o Demônio/Diabo/Satanás Cristão. Embora possa ser considerado.

O que significa O pentagrama de Salomão?

Outro “tipo” de Pentagrama famoso é o Tetragrammaton, conhecido como Pentagrama de Salomão e que na verdade é o Pentagrama de Éliphas Lévi.

Neste símbolo, além da tradicional estrela de cinco pontas, temos uma grande variedade de símbolos unificados que representam opostsos e energias complementares.

O termo Tetragrammaton, especificamente, se refere as 4 letras que formam um dos nomes de Deus em Hebraico: YHWH.

Tetragrammaton Pentagrama de Salomão
Tetragrammaton

Como utilizar o Pentagrama?

Agora que sabemos tudo sobre ele, vem a pergunta: Como utilizar o Pentagrama?

Eu sou o tipo de pessoa que acredita que tudo – tudo mesmo – é simples. Nós, humanos, que complicamos. E essa complicação é proposital para que as coisas pareçam inacessíveis, exclusivas, difíceis e etc.

Portanto, se você buscar sobre como utilizar o Pentagrama, você vai encontrar MUITAS formas. Dentre estas formas você vai encontrar o Ritual Menor do Pentagrama, que era feito pelo Aleister Crowley na Thelema (já vou explicar mais abaixo), e você também vai encontrar dicas de como desenhar o Pentagrama para invocar ou banir um determinado elemento e muitas outras formas.

Eu uso da seguinte forma:

Eu tenho alguns pentagramas espalhados por aqui. Já usei como colar por muito tempo. Hoje eu o utilizo como uma forma de fortalecer meus feitiços. Após fazer um feitiço, eu “adiciono” o Pentagrama para sempre me lembrar de que eu tenho o poder dentro de mim e de que eu o domino, portanto o meu feitiço é poderoso e vai ter o resultado que desejo.

Quando falamos de Pentagramas como objetos, incluindo Pentáculos, é bom você purificar e energizar antes de utilizar. Isso porque, assim como pedras e cristais, a produção do objeto ou do material passou por diversas fases e lidou com diversas energias de diferentes pessoas.

Então, para purificar, você pode passá-lo na fumaça de um incenso como cravo, canela, sândalo, sálvia branca, palo santo e vários outros.

Você também pode lavá-lo com sal grosso.

Para energizá-lo, você pode deixar 24h ao ar livre, tomando sol e luz da Lua Cheia. Após isso, estará energizado.

Você também pode dedicá-lo a alguma divindade relacionada à magia, à bruxaria e etc. Algumas delas são:

Ritual Menor do Pentagrama

Abaixo você encontra como fazer o Ritual Menor do Pentagrama, amplamente usado por Aleister Crowley na Thelema. Retirei o passo-a-passo deste ritual do excelente texto escrito por Pierre SIlva no Medium. Vá lá para saber mais sobre o ritual em si.

Parte 1 — A Cruz Cabalista:

Tem de ser feita diante do seu altar ou caso ainda não possua, de frente sempre para o Leste simbolizando o oriente.

01 — Toque na sua testa pronunciando a palavra “ATEH” , com o dedo indicador e médio estendidos e os demais fechados. Imagine a luz divina descendo da grande coroa para o altar e para o magista;

02 — Toque na região do chakra sexual e pronuncie a palavra “MALKUTH”, com a mão em forma de “figa”. Aqui você visualiza a grande energia fecundadora do universo energizando todo o ambiente e seus pés ficando a base da Cruz. Visualizando também um pilar energético no centro do templo;

03 — Toque o ombro direito e diga “VE — GEBURAH”, com o dedo indicador e médio estendidos e os demais fechados. Assim visualizando um dos braços da cruz representando a severidade;

04 — Toque o ombro esquerdo e diga “VE — GEDULAH”, com o dedo indicador e médio estendidos e os demais fechados. Assim visualizando o outro braço da cruz representando a misericórdia;

Assim formando a estrutura da cruz cabalista no templo e altar do magista.

Parte 2 — Os Pentagramas:

01 — Aqui com as mãos em forma de Kubera-Mudra, ( dedos indicadores, polegar e médios unidos como se segurasse um giz) trace a sua frente um pentagrama, iniciando sempre na ponta de terra em direção ao espirito, (podendo variar de acordo com necessidades) esse pentagrama queima em uma luz azul celeste muito forte. Ao centro do pentagrama visualize o primeiro nome de Deus “IHVH” inspirando e sentindo ele em todo o seu ser ao mesmo tempo que pronuncia o nome, pronuncia-se “Iod Rê Vav Rê”;

02 — De frente para o Sul, repita o processo anterior trocando o nome por “ADONAI”;

03 — De frente para o Oeste, repita o processo anterior trocando o nome por “EHEIEH” , pronuncia-se “É-Ré-Iée”;

04 — De frente para o Norte, repita o processo anterior trocando o nome por “AGLA”;

Procure sempre vibrar o nome enquanto pronuncia, para dar a entonação quase como um mantra, auxilia na hora de executar o ritual.

Parte 3 — A Invocação dos Arcanjos:

01— Na posição de Cruz (os braços abertos e os pés juntos), o estudante repetirá vibrando o nome de cada Arcanjo:

“A minha frente RAPHAEL”

“Atrás de mim GABRIEL”

“A minha direita MICHAEL”

“A minha esquerda URIEL”

“Pois ao meu redor flamejam os Pentagramas”

“E na coluna do meio, brilha a estrela de seis raios”

02 — Não se esqueça de visualizar cada Arcanjo em sua respectiva posição guardando o templo e o magista, assim também representando cada um dos elementos:

Raphael — Ar
Gabriel — Água
Michael — Fogo
Uriel — Terra

Assim o quinto elemento sendo o próprio magista representando o espirito.

03 — Quando o magista pronunciar “E na coluna do meio, brilha a estrela de seis raios”, ele deve visualizar um hexagrama em cima e outro em baixo do templo, e entre um e outro um grande tubo de energia se forma, banindo todo e qualquer mal. Os pentagramas ficaram ali enquanto sua vontade for capaz de manter a visualização.

Ritual do Pentagrama Menor da Glden Dawn

Conclusão

Apresentei neste artigo tudo o que você precisa saber sobre o significado do Pentagrama, bem como a versão invertida e outras curiosidades. Espero que tenha ficado claro e que tenha sanado suas dúvidas.

Na Amazon.com.br você encontra várias opções para comprar em formato de pingente, toalhas para oráculos e outras opções.

Alguns livros que recomendo para entender melhor, não só sobre o Pentagrama, mas também sobre outros símbolos mágicos, bem como outros assuntos relacionados à magia e à Bruxaria são:

Salve este artigo no Pinterest e compartilhe com quem possa gostar!

Perguntas frequentes

Qual o significado do Pentagrama?

O Pentagrama significa a mente acima dos elementos, a capacidade de um ser de elevar sua consciência acima do terrestre e do material.

Como se usa um Pentagrama?

Isso depende do propósito. Existem rituais complexos (como o Ritual Menor do Pentagrama) e também existem usos comuns, como utilizá-lo como um pingente para lembrar você de que o seu poder é elevado e de que você é um ser infinito.

Qual a diferença entre a Estrela de Cinco Pontas e a de Seis?

A Estrela de Cinco Pontas (Pentagrama) representa o Microcosmos (o mundo que vemos, a nossa esfera). A de Seis (Hexagrama, também chamada de Estrela de Davi) representa o Macrocosmos (o todo, assim comoé em cima, é também em baixo).

O que significa uma estrela no meio de um círculo?

Isto é um Pentáculo. Vale lembrar que Pentáculos não necessariamente possuem somente a estrela dentro do círculo. Podem possuir outros símbolos. Veja os pentáculos de Goetia por exemplo.

DanFF

Sou Daniel, Pagão e Bruxo. Criei o Santuário Lunar para ajudar a espalhar a magia da Deusa e suas diversas manifestações. Também criei Trismegistia para oferecer música pagã ao estilo New Age.

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.