Neith – Deusa da guerra e da tecelagem

Last Updated on / Atualizado em
by DanFF

Neith (ou Nit, Net ou Neit) é a Deusa Egípcia padroeira do baixo Egito e da cidade de Sais, onde seus devotos também a identificavam como a Deusa Grega Atena, devido a suas atribuições similares.

Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz conhece meu canal no YouTube?
Todo o conteúdo é gratuito!
Entre, se inscreva e deixe um comentário por lá! Respondo a todos!

Quem é Neith?

Neith é uma das mais antigas divindades do panteão Egípcio. No período pré-dinástico ela era representada com o escudo e um par de flechas cruzadas, onde era considerada Deusa da caça e da guerra e conhecida pelo epíteto “Amante do arco, Governante das flechas”.

Após esse período, no baixo Egito era geralmente representada com uma coroa vermelha e agulhas de tecelagem sobre ela, enquanto no alto Egito possuía uma cabeça de leoa ou era transformada totalmente em uma vaca.

Nestes aspectos ela fica visivelmente muito semelhante à Deusa Leoa Sekhmet e à Deusa Vaca Hathor.

  • Atributos: Deusa da guerra, da caça e da tecelagem
  • Símbolos: Escudo com duas flechas cruzadas, coroa vermelha, tear, vaca
  • Local: Egito

Símbolos de Neith

Não se sabe quando as flechas foram substituídas pelas agulhas. Isso pode ter sido uma má interpretação da Deusa ou uma reinterpretação da mesma, para transformá-la em uma Deusa tecelã.

Normalmente ela carrega um was (cetro que simboliza poder e governança) na mão direita e uma ankh (símbolo da vida) na esquerda.

Algumas vezes é representada amamentando um crocodilo, refletindo um mito provincial de que ela é mãe ou consorte do Deus crocodilo, Sobek.

Esse mesmo mito diz que Neith foi a criadora do mundo e mãe do Deus sol, Ra. Isso faz dela mãe de todos os Deuses!

Inclusive, mãe de Apep, a grande serpente inimiga de Ra, que surgiu quando a Deusa cuspiu nas águas provinciais do caos.

Outra lenda de criação diz que ela teceu o mundo em seu tear e também a associa com ritos funerários pois ela é a responsável por criar as bandagens que envelopavam as múmias, fazendo com que ela seja também associada à Deusa Néftis.

Neith é uma divindade tão poderosa e popular que os outros Deuses geralmente a procuravam quando não conseguiam resolver uma disputa.

Um dos casos mais conhecidos é a disputa de Horus e Seth pelo trono do Egito. Quando eles viram que não conseguiam se acertar, enviaram uma carta à Deusa procurando conselho. Horus foi feito rei e Seth ganhou terras e duas esposas (Anat e Astarte) como consolação.

Trismegistia Brasil

Siga Trismegistia no Spotify

Deusa da criação

Assim com Ísis, Hathor e outras Deusas criacionistas, Neith também podia ser representada como uma vaca. A vaca é um animal sagrado a muitas culturas, simbolizando maternidade, fertilidade e renovação.

Neith é a maior Deusa criacionista egípcia pois não necessita de um par para gerar vida.

Ela faz com que tudo surja das águas do caos somente com sua vontade. Devido a esse traço alguns estudiosos a consideram uma divindade andrógena.

Além de criar vida, também protegia os mortos e os vasos canópicos junto com Ísis, Néftis e Sekhmet.

Invocando Neith

Na antiga Alexandria, todo ano um festival era comemorado em honra à Neith na última sexta-feira de Dezembro. Nesse festival, chamado de Banquete das Lâmpadas, os devotos queimavam incontáveis velas e acendiam incontáveis tochas e lâmpadas durante a noite enquanto desfrutavam de um banquete ao ar livre.

Acredita-se que as luzes das lâmpadas alinhavam-se com as luzes das estrelas no céu, levantando o véu entre os dois mundos para que as almas dos mortos prosseguissem para sua nova existência.

As luzes de Neith protegiam todos aqueles que estavam fazendo viagem a um novo mundo, onde achariam um novo despertar. O véu era levantado não somente para os desencarnados mas para todos que quisessem experimentar a Sua luz.

A melhor forma de honrá-la ainda hoje é acender uma chama durante a noite e deixá-la consumir-se até apagar.

Neith pode ser invocada sempre que você precisar renovar-se, auxiliando a abandonar hábitos que te prejudiquem ou te façam mal, por exemplo.

O desejo tem que ser seu! Acenda a vela ou a tocha e faça seus pedidos, mas nada de tristeza! Assim como no festival original, Neith deve ser invocada e honrada com alegria.

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.