Estante Lunar: Garotas Selvagens – O Caminho da Deusa Jovem de Patrícia Monaghan

Estante Lunar: Garotas Selvagens - O Caminho da Deusa Jovem de Patrícia Monaghan

Patricia Monaghan é uma das mais importantes escritoras relacionadas à Deusa, às faces da Deusa e à valorização do feminino.

Seus livros trazem mitos e contos de diversas Deusas e Heroínas de diferentes locais da Terra, além de apresentar dicas para o crescimento espiritual, sugestões de rituais e questões para autorreflexão.

A obra Garotas Selvagens – O Caminho da Deusa Jovem não é diferente. Focada na face Donzela da Deusa, o livro traz mitos de diferentes culturas e ainda ajuda meninas e mulheres a se se reencontrarem com o sagrado feminino.

Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz conhece meu canal no YouTube?
Todo o conteúdo é gratuito!
Entre, se inscreva e deixe um comentário por lá! Respondo a todos!

A Deusa Jovem e suas faces

O livro Garotas Selvagens – O Caminho da Deusa Jovem apesenta mitos de 11 mulheres de diferentes locais do planeta, sendo elas:

  • Luonnotar da Finlândia;
  • Kuan Yin da China;
  • Glispa da tribo Navajo da América do Norte;
  • Gestinanna da Suméria;
  • Finola da Irlanda;
  • Wakanee do noroeste do Pacífico;
  • Austrina do Báltico;
  • Sedna do Norte do Ártico;
  • Pali Kongju da Coréia;
  • Sabulanada África;
  • Ártemis da Grécia.

Junto aos mitos, há uma visão geral de Deusas de cada região, bem como a relação delas com a Natureza, com a mulher e com aspectos das culturas locais.

Cada uma delas traz consigo uma mensagem, uma característica e algum ponto de autorreflexão para incorporarmos ao nosso cotidiano.

Sendo voltado principalmente para mulheres, o livro também pode (e deve) ser lido por homens, pois muitas vezes na sociedade machista em que vivemos a força da mulher é esquecida ou subestimada e as estórias apresentadas aqui são exatamente o contrário.

Além disso o livro também traz sugestões e dicas para a criação de um Círculo de Garotas Selvagens, uma espécie de Coven cujo objetivo é recuperar ou dar força à verdadeira mulher adormecida dentro de cada participante.

A linguagem usada por Patricia é suave e direta e as estórias apresentadas no livro são ricas em detalhes e descrição, nos fazendo viajar para épocas onde o poder da mulher e o culto à Deusa garantiam paz, prosperidade, abundância e alegria.

Além deste livro, conheça também O Caminho da Deusa, da mesma autora.

Você já leu o livro? Deixe seus comentários abaixo!

DanFF

Sou Daniel, Pagão e Bruxo. Criei o Santuário Lunar para ajudar a espalhar a magia da Deusa e suas diversas manifestações. Também criei Trismegistia para oferecer música pagã ao estilo New Age.

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.