Home » Recomendações | Reviews » Søndag Søund – Letra e tradução de Hekate do Faun

Søndag Søund – Letra e tradução de Hekate do Faun

Last Updated on / Atualizado em
by DanFF

Sondag Sound - Músicas mágicas, folk, pagãs, celtas e wiccanas
Søndag Søund - Letra e tradução de Von Den Elben do Faun

Søndag Søund traz, aos domingos, dicas de músicas e artistas relacionados de alguma forma às tradições pagãs, à Wicca, à bruxaria e à magia.

Faun é uma banda alemã de música folk pagã, darkwave e medieval criada em 2002 por Oliver “SaTyr” Pade, Elisabeth Pawelke, Fiona Rüggeberg and Birgit Muggenthaler. O nome Faun é originário do Deus Fauno na mitologia Romana. De acordo com a banda, foi escolhido por representar a ligação entre o ser humano e a natureza, traduzindo assim a banda em si.

As músicas da banda são escritas em diferentes línguas incluindo alemão, alemão antigo, espanhol, nórdico antigo, islandês antigo e outras. Além de criações próprias, Faun também busca inspiração em obras como Carmina Burana e na Edda poética.

A música Hekate é dedicada à Deusa Hécate e contém uma invocação a ela.

Para maiores informações do Faun, você pode acessar o site oficial deles.

Søndag Søund - Faun
Foto Perfil DanFF 2021 (150x150)

Olá, tudo bem? Você já faz conhece meu canal no YouTube?
Todo o conteúdo é gratuito!
Entre, se inscreva e deixe um comentário por lá! Respondo a todos!

Faun – Hekate

Confira abaixo a música, a letra e a tradução de Hekate )O(

Faun
~ Hekate ~

Am Ufer der Seen
und am Fuße der Weiden
wollten wir die Menschen verstehen

Der Mond stand alleine
und im Schlaf deiner Feinde
haben wir uns dann heimlich gesehen

Was geschah, wird uns bleiben
und am Fuße der Weiden,
ließen wir die Waldnacht zurück.

Und nun bist du mein Anker
im Rausch dieser Tage
und dein Name wird mir zum Gebet

Hekate, Hekate, Hekate!
Du gabst mir die Träume
und jetzt träum ich von dir
Hekate, tritt zu mir

Was uns bleibt ist das Warten
und das Hoffen und Fragen
und der Drang durch die Lande zu ziehn

Ohne Rast werden wir alles wagen und haben
den Wind gegen uns, wenn wir gehen

Wir folgen den Spuren,
doch die Tiere des Waldes
haben sich schon längst schlafen gelegt

und dein Bild ist mein Anker
im Rausch dieser Tage
und dein Name wird mir zum Gebet

Faun
~ Hécate ~

Nas margens dos lagos
E aos pés dos Salgueiros
Queríamos entender as pessoas

A Lua está sozinha
Com seus inimigos em sono profundo
Nós então podemos observar secretamente

O que aconteceu ficará conosco
E aos pés dos Salgueiros
Retornaremos à floresta da noite

E agora você é minha ligação
Na ruptura deste dia
E seu nome será minha oração

Hécate, Hécate, Hécate!
Você me deu sonhos
E agora sonho com você
Hécate, venha até mim.

O que nos resta é a espera
E a esperança e os questionamentos
E a vontade de nos mover pelo campo

Sem descanso arriscaremos tudo e teremos
O vento contra nós, conforme nos movemos

Seguimos as trilhas,
porém os animais da floresta
estão dormindo há muito tempo

E agora você é minha ligação
Na ruptura deste dia
E seu nome será minha oração

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.